Galeria de Fotos Galeria de Fotos

OFICIO DA AGONIA- LAMENTAÇÕES DO SENHOR

O Ofício de Trevas é um conjunto de leituras, lamentações, salmos e preces penitenciais, onde o templo fica às escuras, iluminado apenas por velas que se apagam aos poucos durante a cerimônia. Esta forma de celebrar é responsável pelo nome dado ao ritual, que representa o luto e a escuridão à qual ficou sujeita a Terra diante da morte de Jesus. O Ofício de Trevas é um forte momento de oração e reflexão da vida e missão de Cristo, que conduz os fiéis à oração mediante a meditação da Palavra de Deus. Lembra as sete últimas palavras de Jesus, no Calvário, antes de sua morte: 1-"Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem...", 2-"Em verdade te digo: hoje estarás comigo no Paraíso", 3-"Mulher, eis aí o teu filho... Eis aí a tua Mãe", 4-"Tenho Sede!", 5-“Meus Deus, meus Deus, por que me abandonaste?", 6-"Tudo está consumado!", 7-"Pai, em tuas mãos entrego o meu Espírito!". Sexta-feira Santa da Paixão do Senhor A comunidade deve estar reunida para acompanhar as 12 (doze) badaladas do sino anunciando a chegada do meio-dia. Após cada badalada um silêncio, para que cada um no coração diga o nome de Jesus. Coloca-se uma cruz e uma imagem de Nossa Senhora das Dores e 07 (sete) velas lembrando as sete palavras de Jesus na cruz. No centro do local onde se celebra o Ofício de Trevas, preferencialmente no coro antes do presbitério, coloca-se um ambão, de onde serão lidos os salmos, as leituras e as orações. O presbítero sentará na sede, acompanhado de dois diáconos, ou de um diácono e do cerimoniário, ou do cerimoniário e outro acólito, se houver. Sendo o diácono a presidir, senta-se ao seu lado o cerimoniário e outro acólito, se houver. O Bispo senta-se no trono ou no faldistório, de acordo com as regras do Cerimonial dos Bispos. O candelabro de trevas, constando de quinze velas, é colocado em frente ao altar, à sua direita. Essas velas serão apagadas, aos poucos, durante o rito. Além do candelabro de trevas, seis velas podem estar acesas no altar, como se faz durante a Missa Solene, e serão apagadas durante o Benedictus. Um apagador de velas é colocado perto do candelabro de trevas. Não se usa cruz processional nem velas processionais ou tochas durante o Ofício das Trevas. Dando início à celebração, os clérigos em veste coral, cerimoniários, acólitos e cantores ou coro entram em silêncio e reverência, de forma processional, vindo o celebrante por último, e se aproximam do altar. Fazem a genuflexão ao Santíssimo Sacramento, ou, em sua falta, inclinam-se profundamente diante do altar, e vão para seus lugares. Para a extinção de cada vela, o acólito responsável pega o apagador, reverencia o altar e vai ao candelabro para cumprir sua função.